quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Montagem de Parques Eólicos no RN seguem padrões sustentáveis

 IMG_4340
O potencial eólico da região nordeste do país vem atraindo cada vez mais investimentos em parques eólicos, principalmente nos estados do Ceará, do Rio Grande do Norte e da Bahia. Destaque para o Rio Grande do Norte, onde estão sendo construídos 14 parques de usinas geradoras de energia eólica, com invest imentos superiores a US$ 230 milhões.
As vantagens deste tipo de energia são diversas se comparado com as energias tradicionais ou com outros tipos de energias renováveis, em função do seu maior desenvolvimento.
Há exemplo disto, a ACCIONA, operadora global do setor de energias renováveis e presente nas principais tecnologias – eólicas, termosolar, fotovoltaica, hidráulica e biomassa – investe em parques eólicos a mais de 20 anos e esta sempre atenta a sustentabilidade. Seu recente investimento tem sido também na região do Rio Grande do Norte, dois complexos eólicos já estão em fase de finalização e algumas torres já operando nas regiões de São Miguel do Gostoso (120 MW) e o de Areia Branca (90 MW).

ONG do ato de Dilma em Petrolina recebeu R$ 600 milhões

O Globo 

A Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), entidade que levou na terça-feira a Petrolina (PE) 99 ônibus com pessoas dispostas a participar do comício da presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, recebeu R$ 587,3 milhões do governo federal nos últimos quatro anos.
Só em 2014, os repasses feitos à ASA chegaram a R$ 172,8 milhões. As informações estão disponíveis no Portal da Transparência da Presidência da República. O dinheiro diz respeito a convênios firmados com a entidade pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.
A ASA executa programas de construção de cisternas e irrigação no semiárido da região Nordeste do país e do norte de Minas Gerais. O programa de cisternas foi lançado em 2003, no primeiro ano do governo Lula, e já resultou na construção de 552 mil reservatórios que captam água de chuva. Seu trabalho tem sido considerado de grande importância diante da seca.
 

Banco do Nordeste lança editais para apoio a projetos sociais

Recursos da ordem de R$ 1,76 milhão serão destinados a Fundos Municipais ou Estaduais dos Direitos do Idoso e da Criança e do Adolescente.

O Banco do Nordeste acaba de lançar dois editais para selecionar projetos que visem à promoção, proteção e defesa dos direitos de crianças, adolescentes e idosos.
Juntos, os certames representam recursos da ordem de R$ 1,76 milhão, a serem destinados a Fundos Municipais ou Estaduais dos Direitos do Idoso e da Criança e do Adolescente com projetos na área de atuação do BNB.
Cada fundo poderá receber o valor máximo de R$ 150 mil, sendo o máximo de R$ 70 mil por projeto, e cada conselho poderá encaminhar até quatro projetos, podendo ser selecionado apenas um por entidade executora.
As propostas devem ser encaminhadas pelos Correios para a Direção Geral do Banco do Nordeste, em Fortaleza (Av. Silas Munguba, 5700, Passaré – CEP: 60743-902), com data limite de postagem até 14 de novembro de 2014.
Poderão participar os Fundos Estaduais ou Municipais com funcionamento regular perante a Secretaria de Direitos Humanos (SDH) da Presidência da República. Os projetos serão executados por entidades governamentais ou não governamentais que comprovem estrutura e competência para desenvolvê-los.
A relação dos conselhos selecionados será publicada no site do BNB até o dia 15 de dezembro deste ano.
Desde 2007, o Banco do Nordeste destina recursos financeiros aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente (FIA), totalizando mais de R$ 6 milhões investidos, beneficiando 132 projetos e 15.320 crianças e adolescentes de baixa renda.
Em 2013, o Banco também passou a destinar parte de seu imposto de renda à causa do idoso, aportando R$ 800 mil a projetos sociais que atendem a idosos e situação de risco e vulnerabilidade social.
Os editais estão disponíveis na página do Banco do Nordeste ou diretamente no link.
Fonte:

Prefeitura de Lagoa Nova realiza entrega de mobiliário escolar as escolas municipais


 Alunos da escola municipal Adalgisa Amorim Bezerra recebem novo mobiliário escolar

A prefeitura de Lagoa Nova, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto, iniciaram na última terça feira (21) a entrega de mobiliário as escolas de rede municipal de ensino. Segundo o prefeito João Maria Assunção, os móveis escolares irão beneficiar melhorando a qualidade do ensino e proporcionando mais conforto aos alunos. Os móveis foram adquiridos em parceria com o governo federal, e o recurso financeiro totaliza R$ 182.000.00 reais cifra que foi investida na compra  de conjunto escolar, totalizando 1.355 itens formados por carteiras e mesas, que estão sendo entregues aos alunos do ensino infantil e ensino fundamental. Além de 39 kits formados por cadeiras e birôs adaptados para alunos portadores de deficiência física.
Alunos da escola municipal Dom José Delgado recebem novo mobiliário escolar

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Mulheres da Igreja Evangélica Assembleia de Deus participam de palestra sobre o cãncer de mama


Uma tarde de conscientização. Assim foi a palestra “Outubro Rosa” promovida pelo departamento de senhoras, da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Lagoa Nova. O evento ocorreu na tarde desta quarta feira (22), e reuniu diversas irmãs na sede da ADESCOL. Irmã Ritinha juntamente com a pastora Elizeuma Souza estiveram auxiliando o evento. As palestrantes, Josefa Nogueira e Andressa, enfermeiras do PSF, ministraram palestra sobre o câncer de mama e do colo do útero, onde foram abordadas práticas para prevenir as doenças ligadas ao universo feminino, com destaque ao câncer de mama. Dúvidas também foram esclarecidas pelas enfermeiras.

Inter TV Cabugi promove debate com candidatos ao governo do RN

Henrique e Robinson seguem na disputa (Foto: Fernanda Zauli e Felipe Gibson/G1) 
O último debate com os candidatos ao governo do Rio Grande do Norte na TV aberta acontece na noite desta quinta-feira (23) na Inter TV Cabugi. O programa vai ao ar logo após a novela Império, e terá a mediação do jornalista Ari Peixoto. O debate colocará frente a frente os candidatos Henrique Eduardo Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD). O jornalista Ari Peixoto, que está em Natal para mediar o debate, acredita que o maior tempo para perguntas e respostas pode melhorar o nível do debate. "Como o debate desta vez tem menos candidatos, eles terão mais tempo para perguntar e responder. Com isso os telespectadores/eleitores terão oportunidade de conhecer melhor as propostas. Uma boa chance principalmente para os indecisos. No domingo a população decidirá quem se saiu melhor nos debates e nas eleições como um todo", afirmou.

A ordem em que os candidatos farão perguntas foi sorteada com a presença de representantes de todos os partidos. De acordo com as regras, o debate terá três blocos. No primeiro e no segundo bloco haverá uma rodada de perguntas com tema livre e uma rodada com tema determinado. O terceiro bloco será para as considerações finais de cada candidato.

Nos dois primeiros blocos, cada candidato terá direito a fazer duas perguntas de tema livre e duas perguntas de tema determinado. Os candidatos terão trinta segundos para fazer as perguntas e um minuto e meio para as respostas. A réplica e a tréplica terão limites de um minuto.

Presidente da Câmara vira 'azarão' no RN

 Apesar da aliança com 17 partidos políticos, a última pesquisa Ibope o coloca com 38% das intenções de voto, contra 45% do adversário
Foto: Carlos Moura/CB/D.A Press/Arquivo
O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB), passou de favorito a azarão na disputa pelo governo do Rio Grande do Norte ante o rival Robinson Faria (PSD). Apesar da aliança com 17 partidos políticos, a última pesquisa Ibope o coloca com 38% das intenções de voto, contra 45% do adversário. Sua rejeição chega a 47%, ante 35% do concorrente.

A utilização por Faria de uma gravação de apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o discurso de que o peemedebista, em seus mais de 40 anos ininterruptos como deputado federal, pouco ajudou o Estado são apontados como os principais motivos do atual cenário.

No 1.º turno, quando era o favorito, a campanha de Faria colocou em Alves a pecha de "incompetente" porque não teria aprovado nenhum projeto relevante em seus 44 anos como deputado. Também o acusou de preferir uma atuação política mais nacional do que local e criticou o fato de ele ter perdido duas eleições majoritárias, quando disputou a prefeitura de Natal em 1988 e 1992.

Articulador

"Se ele não tivesse prestado importantes serviços ao povo do Rio Grande do Norte, não teria conseguido se eleger 11 vezes e chegado onde chegou", rebateu Garibaldi Alves, coordenador da campanha e primo do presidente da Câmara. "A função dele sempre foi de articulação para trazer recursos federais para o Estado."

A campanha de Alves cita projetos como a emenda para beneficiar municípios com menos de 50 mil habitantes no Minha Casa, Minha Vida e afirma que ele "desengavetou" e levou para votação o projeto que destina 75% dos royalties do pré-sal à educação e 15% à saúde.

O vídeo de oito minutos em que Lula pede votos para Faria vem sendo usado desde o 1.º turno e já rendeu dura crítica de Alves, que disse ter sido "traído" pelo ex-presidente. 

Fonte: Diário de Pernambuco

Henrique usou um míssel israelense para derrubar Robinson

 
Em meados do primeiro turno da campanha eleitoral, eu comentava que o candidato Robinson Faria (PSD) atirava com 'espingarda de soca' ou de 'chumbinho' contra Henrique Alves (PMDB) quando apontava gente do PMDB no Governo Rosalba.
Eu dizia que Robinson ia precisar de armamento mais pesado para atingir Henrique, que naquele momento estava cotado para vencer a eleição no primeiro turno.
Na sequência da campanha eleitoral, Robinson bateu no adversário com força, aludindo o envolvimento de Henrique em vários escândalos, entre os quais, o do 'propinoduto da Petrobras'.
O troco de Henrique veio na forma de um 'míssel' israelense importado diretamente da Faixa de Gaza.
A denúncia de Henrique sobre a existência de 96 apartamentos de um condomínio em Nova Parnamirim entre os bens do adversário, obra incluída no programa governamental Minha Casa, Minha Vida, gera embaraços e constrangimentos a Robinson Faria na reta final da campanha.
Segundo a nota da assessoria de Robinson, trata-se de uma transação imobiliária legal (a construtora MRV construiu num terreno do político, cabendo a ele 187 unidades, das quais, 31 foram entregues).
Mas a declaração de apenas 31 das 96 unidades à Justiça Eleitoral, que constam no nome de Robinson, deu margem para Henrique usar a transação na campanha como prova da falta de transparência do adversário.
O candidato do PMDB ainda apontou uma dívida de R$ 153 mil em taxas de condomínio, fato contestado por Robinson. Segundo a assessoria do candidato, a dívida é de responsabilidade da construtora.
O episódio é mais um que consolida o baixo nível da atual campanha eleitoral. Em vez de propostas, o eleitor norte-rio-grandense é brindado com ataques pessoais dos principais candidatos ao governo. 
Seja quem for o eleito, o futuro governador vai precisar melhorar o nível de sua atuação política. A impressão que fica é a pior possível.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Lagoa Nova - Formatura Proerd Comunitario será dia 29 de outubro


HENRIQUE ALVES DE FORMA DESESPERADA TENTA INTIMIDAR A POPULAÇÃO DE IELMO MARINHO ATRAVÉS DE AMEAÇAS

 Fonte: Ielmo Marinho Em Foco


É notório o desespero da campanha do candidato do acordão Henrique Alves. Nesta última segunda-feira (20) o candidato esteve no município de Ielmo Marinho e de forma desesperada e autoritária tentou coagir a população ielmomarinhense que em seu discurso dizia: “Antes lembre-se com quem vocês estão falando, queiram ou não queiram, gostem ou não gostem sou Presidente da Câmara dos Deputados Federais, e se não gostarem do que eu estou dizendo se prepararem...” disse o candidato do acordão Henrique Alves.

É impressionante como Henrique Alves tem utilizado de artifícios antidemocráticos para conquistar votos em pleno século 21. Com um tom ditatorial e de muita intimidação aos eleitores ielmomarinhenses, o candidato do acordão tentou mostrar todo o seu poder político. Inclusive dizendo que o povo de Ielmo Marinho que não votou nele durante o primeiro turno estava escondido atrás das portas e janelas com medo de sua presença no município.

Clic e veja o vídeo

Chega a ser ridículo um candidato ao governo que está há 44 anos no poder, e que nunca fez nada pelo município se achar no direito de amedrontar a população e ainda por cima, dizer que as pessoas estão escondidas devido a sua presença. Escondidos? Ou assim como foi o vergonhoso comício em Touros, onde quase ninguém compareceu, voltou a se repetir na cidade de Ielmo Marinho.  Realmente o povo não está com Henrique!